Gestão Patrimonial de Infraestruturas (GPI)

A gestão sustentável de infraestruturas só é possível através de uma metodologia como o GPI. Isto é, através de uma avaliação em termos de desempenho, risco e custo das infraestruturas existentes e de acordo com as previsões de necessidades futuras.

No contexto nacional as infraestruturas dos sistemas de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais estão em média muito envelhecidas. Assim, é preciso um sistema que identifique claramente quais as estratégias necessárias implementar para obter os níveis de serviço adequados e a sustentabilidade económica-financeira.

Enquadramento legal

O Decreto-Lei n.º 194/2009, de 20 de agosto, na sua alínea b) do n.º 5 do artigo n.º 8, é muito claro. Todas as entidades gestoras (EG) que sirvam mais de 30 mil habitantes devem promover e manter um sistema de gestão patrimonial de infraestruturas.

Obrigações legais

Desde 1 janeiro de 2012 que todas as EG que cumprem o requisito acima descrito deviam ter um sistema de GPI.

Como podemos ajudá-lo?

Podemos prestar:

  • Consultoria no desenvolvimento do sistema de GPI.

Para mais informações, fale connosco.

Para ver outros Serviços.

CMMartinho Consulting

A trabalhar para uma água e um saneamento seguro.
Com experiência consolidada quer contribuir para que, no presente e no futuro, todos tenhamos acesso a água e saneamento seguro. Mais >>

CRISTINA MARTINHO – Fundadora

Especialista em Planos de Segurança da Água e no Planeamento da Segurança do Saneamento, e pertence ao grupo restrito de formadores da Organização Mundial de Saúde para estas abordagens. Mais >>

Follow us